Línguas

Lição 7

Deus nos dá ferramentas eficientes na nossa luta para viver por ele. Se não as usarmos, nós vamos falhar.

A vida é complicada. O Cristianismo não é uma fé onde se anda às cegas. Em vez disso, Deus deixa nossos corações em chamas e nos diz para mostrarmos este fogo na escuridão em que nascemos. Ele nos diz para vivermos uma vida diferente da que o mundo espera de nós.

Nós nascemos de novo, nós precisamos de constante alimentação para o resto das nossas vidas. Nós comemos várias vezes ao dia. Nós dormimos várias horas por dia. Nós bebemos água todos os dias. O equivalente espiritual para comida, água e sono é a leitura da Bíblia, oração e adoração a Deus com outras pessoas.

O mundo é sujo. E nós precisamos ser puros. Enquanto vivermos, nós teremos sujeira sendo jogada no nosso coração todos os dias. Com os nossos olhos, vemos a perversão. Com os nossos ouvidos, ouvimos xingamentos. Com as nossas mãos, sentimos a dor de espinhos e dos punhos de amigos. Com a nossa língua, provamos o veneno amargo. Com o nosso nariz, sentimos o cheiro podre da morte.

Que ferramentas Deus nos dá para nos limparmos dessa sujeira, sair da escuridão e mudar o mundo ao nosso redor?

Primeiro, como já conversamos, ele revelou na Bíblia o seu plano para nossas vidas. Pela leitura da Bíblia e das preciosas promessas de Deus que estão nela, as nossas mentes são limpas e os nossos corações, fortalecidos.

Segundo, ele colocou o seu Santo Espírito dentro de nós, para que pudéssemos orar a Deus e sentir que ele nos responde. Isso intensifica a nossa convicção, nos dá poder para vivermos de um jeito diferente e nos ajuda a mudar o mundo.

Terceiro, ele nos criou para a adoração. Quando nós o adoramos, ele satisfaz os nossos desejos e começa a curar as feridas que o mundo nos causou.

Quarto, ele nos criou para, dentro de certos limites, desfrutarmos e amarmos pessoas, animais e o mundo que ele nos deu. Precisamos dedicar tempo para estar com outras pessoas e desfrutar do mundo natural.

Nós precisamos separar tempo para estar com outras pessoas que acreditam e amam a Deus do mesmo jeito que nós. Isso nos encoraja e nos fortalece. Isso nos mantém equilibrados. É a isso que chamamos de igreja. A igreja não é o prédio onde nos encontramos ou o culto a que assistimos; igreja são as pessoas que amam tanto a Deus quanto a nós. Passar um tempo próximo a outras pessoas que amam a Deus (lendo a Bíblia, orando, adorando, ajudando um ao outro a viver do jeito que a Bíblia nos ensina a viver) é vital.

Por muito tempo, eu me perguntei se me encontrar com outros cristãos era mesmo importante. Mas a Bíblia diz que esse é um dos nossos grandes propósitos. Jesus ressurgiu para construir uma comunidade que se ama: uma comunidade que está purificada e satisfeita por ele. Ele demonstrou isso quando, depois de ter voltado dos mortos, comeu com seus amigos, andou com eles e os visitou em suas casas.

Se isso não é o suficiente para nós, talvez essa história provocativa que um pastor uma vez me contou possa ajudar:

Um dia, um homem veio falar com o pastor e disse: “Pastor, meu irmão, Paulo, afastou-se de mim e de todos os outros cristãos. Nós precisamos falar com ele e convencê-lo de que precisa voltar!”

O pastor foi à casa de Paulo, bateu na porta e lhe foi dito para entrar.

Lá dentro, ele encontrou Paulo olhando para o fogo na lareira. Eles se cumprimentaram em silêncio. O pastor sentou-se ao lado de Paulo e olhou para o fogo também. Depois de um momento, o pastor pegou pinças de metal, tirou uma brasa quente do fogo e colocou no chão de pedra, bem na frente da lareira. Ele acenou com a cabeça para Paulo, sorriu e esperou. Depois de alguns minutos, o carvão esfriou tanto que já não tinha calor nenhum dentro dele.

O pastor acenou para Paulo, pegou o carvão e jogou de volta no fogo. Depois de alguns momentos, o carvão estava em brasas de novo. O pastor riu, acenou uma última vez para Paulo, levantou-se e saiu.

Nós somos o carvão. Sem o fogo de outros perto de nós, iremos eventualmente esfriar e perder o nosso calor. Precisamos ler as nossas Bíblias, desenvolver o hábito diário da oração e adoração e passar tempo com outros cristãos, para que possamos ajudar uns aos outros e viver uma vida feliz, obedientes a Deus.

Se nós fizermos isso, Deus vai nos fortalecer, encorajar e abençoar. Ele nos dá oportunidades para compartilharmos o evangelho com pessoas que precisam dele tanto quanto nós.

Aprofunde-se

Leia Gálatas 5:22-26, Salmos 121:1-8 e 1 Coríntios 12:20 – 13:13. Ficou claro para você como Deus quer que nós vivamos? Ore para que Deus lhe dê forças para viver o amor que você viu nestes textos. Como você poderia colocar esse amor em prática? Anote, então vá e faça!

Lista Lista Seguinte