Línguas

Lição 4

Quando nós vimos o que Jesus conquistou na sua morte, percebemos que confiar nas suas palavras dá acesso às suas promessas. Mas, para que estas promessas se tornem reais nas nossas vidas, também precisamos mudar nossas atitudes e comportamentos.

A mudança começa lendo e acreditando no que ele diz sobre ele mesmo e no que diz sobre nós. Aqui estão alguns exemplos do que Jesus diz sobre ele mesmo em contraste com o que diz sobre nós.

  1. Jesus é totalmente bom. Nós somos cheios de maldade.
  2. Jesus nos amou. Nós o odiamos.
  3. Jesus nos escolheu. Nós o rejeitamos.
  4. Jesus obedeceu a Deus perfeitamente. Nós nos rebelamos contra as ordens de Deus.
  5. Jesus escolheu sofrer pelos seus inimigos, incluindo você e eu. Nós nos recusamos a sofrer até mesmo por aqueles que amamos.
  6. Jesus foi o maior dos servos. Nós não queremos servir, apenas ser servidos.
  7. Jesus ressurgiu dos mortos. Nós retornaremos ao pó.

Jesus é Deus, mas também é totalmente humano. Ele é o maior homem que já viveu e escolheu nos amar e obter o nosso amor enquanto éramos seus inimigos.

Ninguém pode ser transformado por Jesus sem se aproximar dele com humildade. Jesus não é mágica. Ele é uma pessoa que conhece todos os nossos pensamentos.

A Bíblia diz que Deus se opõe aos orgulhosos, mas dá graça aos humildes. Se nos aproximarmos de Jesus para tentar usá-lo como um gênio da lâmpada, nós nunca seremos recebidos por ele. A menos que nos afastemos e comecemos a odiar o mal e escolhamos o bem que vem de Jesus, nós nunca conheceremos a ele ou os benefícios das suas promessas.

Esta atitude de arrependimento do mal, somada ao nosso desejo ardente pela bondade de Jesus — e a firme confiança nas suas promessas — torna-se o novo normal. Quando lemos o que a Bíblia diz e oramos para conhecer a vontade dele, nossas atitudes deixam de ser orgulhosas e passam a ser humildes. Nós começamos a ser como ele.

Pedir que Jesus nos perdoe não é suficiente. Ele olha o nosso coração. Precisamos crescer ao ponto de odiar o mal e desejar que a bondade de Jesus tome o lugar deste mal.

Quando nos aproximamos dele em verdadeira humildade, ele nos alcança na nossa corrupção e começa a consertar os nossos corações. Deus nos dá vida, alegria e amor quando olhamos para nós mesmos de uma maneira honesta e vivemos de acordo com a verdade de que Deus escolheu nos amar e nos fazer crescer.

Não é incrível como ele nos envolve nesse processo?

Se você sente vergonha do mal, que bom! Corra para Jesus. Ajoelhe-se em humildade e agradeça a ele por mostrar a você a verdade sobre você mesmo. Essa é a prova de que Jesus está se aproximando de você em amor.

Afaste-se do mal e se volte para Jesus. Mergulhe na Bíblia. Mergulhe de cabeça na oração. Reflita sobre quem é Jesus e o que ele promete fazer em você e através de você. Submeta-se a ele para que você possa agradá-lo e viver em intimidade com ele. Lembre-se de que esse amor e essas promessas são a fonte de poder e autoridade para viver uma vida pura.

Esse é um processo constante, diário. Quando você falhar, não caia na armadilha da culpa ou no desânimo. A hora em que você falha é a hora em que você mais precisa se voltar para Deus. Esta ideia de que o mal é mais poderoso do que Deus é ridícula e orgulhosa. Jesus te amou mesmo quando você o odiava. É claro que ele vai te perdoar, ainda mais agora que você é seu filho! Ele é mais forte do que o mal e ele te ama mais do que você se odeia. Confie nisso e você nunca vai perder a esperança.

Aprofunde-se

Leia 1 João 1, Efésios 5:8 e João 11:9-10. Depois anote o que você entendeu sobre o perdão e o que significa “andar na luz”. Ore a respeito disso e então converse de forma honesta com um amigo cristão em quem você confia. Você está andando na luz? Se não está, que mudanças você pode fazer para andar na luz?

Lista Lista Seguinte